5 de outubro de 2007

Tecktonik Brasil

É de zoeira que as coisas pegam. Começamos a tirar uma de tck aqui em Fortaleza, no sábado passado, só pra ver a reação das pessoas. Éramos 3 lindos dançarinos e só passinhos mais básicos. A roda se abria quando a gente dançava e sempre tinha pelo menos uma pessoa olhando e se perguntando que merda era aquela. Me perguntaram se eu já fiz jazz na minha vida. Ai, ai, ai.

O engraçado é que fazer esses passos tão europeus e espaçosos é bem mais divertido do que só ficar olhando. Veja bem, não tô dizendo "Vamos todos nos vestir como eles e sair dançando na frente do Cristo Redentor". Estou dizendo: "Tente dançar em casa, sozinho, na frente do espelho. Grave um vídeo tosco e poste no YouTube, dance quando sair por aí e veja como você consegue ganhar muito espaço a sua volta."

Pra aprender, o legal é ficar vendo os vídeos e tentando copiar os movimentos. As vezes eles são rápidos demais e eu não consigo copiar, mas, pra isso existem os vídeos das boas almas "tecktônicas" que explicam passo a passo como se faz. Um dos bem legais que eu achei é esse vídeo da Gaby, uma francesita de 14 anos que faz os passos bem devargazinho e explicando sem falar nada pros iniciantes pegarem o ritmo.



E é assim que se constrói um movimento sólido e globalizado. Gaby, merci pour tout.

Trilha sonora recomendada: O remix pancadão de "A Cause des Garçons (Tepr rmx)" da Yelle.

Um comentário:

Eurico disse...

gira, joga o braço, passa por cima que nem a dançarina do faustão, joga pro outro lado, pezinhos invertidos, queixo-queixo!

quer coreografia melhor?

by TemplatesForYou-TFY
SoSuechtig, Burajiru