9 de dezembro de 2007

O fabuloso destino do elenco de Full House

Logo que colocaram TV a cabo em casa, comecei a assistir a Warner Channel, e um dos seriados mais reprisados da época (1997) era o Full House, que passava diariamente. Óbvio que pro público americano, a série já era velharia, mas pra mim, era o começo de um mundo mágico de enlatados televisivos viciantes.

Até hoje a Warner ainda reprisa episódios de Full House madrugadas adentro. Quando chego em casa de sexta e sábado, lá pelas 5 da manhã, tá sempre passando. E é sempre lindo e fofo. Pra quem não lembra, olha a abertura:



Full House contava a história de um pai viúvo que criava as 3 filhas com a ajuda do cunhado e um grande amigo, todos numa casa só. As personalidades eram bem marcadas. O pai, Danny Tanner era o maníaco por arrumação e limpeza, além de ser o apresentador de um talk show local - "Wake Up, San Francisco". O cunhado, Jesse Katsopolis, era fã incondicional de Elvis, o bonitão do programa e músico wannabe. O amigão, Joey Gladstone, um comediante perdido na vida, mas com um coração do tamanho do mundo. E as meninas eram todas doces, gentis, obedientes, inteligentes e sagazes, como deve ser.

Esse seriado foi exibido de 1987 a 1995 nos Estados Unidos, ou seja, todo mundo viu o elenco mirim crescer diante das telas. Ontem, assistindo um episódio, me perguntei onde anda o resto desse povo, já que só temos notícias das irmãs Olsen. Cadê o resto do elenco? Bom, descobri:

DJ Tanner (Candace Cameron)

A intérprete da filha mais velha do clã Tanner, Candace Cameron, se entregou a vida de casada, teve 3 filhos e vive bem e feliz pregando o evangelho por aí. O marido dela é o jogador de hockey Valeri Blue e eles moram na Florida. Encontrei o site oficial dela, com várias fotos da família e notícias sobre carreira, religião e tudo mais. Vai lá.

Stephanie Tanner (Jodie Sweetin)

A filha do meio sabichona cresceu. Jodie se casou aos 20 anos (2002) com o jogador de tênis semiprofissional Shaun Holguin, de quem se separou em 2006 e se casou novamente com Cody Herpin. A Jodie foi viciada em meta anfetamina por muito tempo e acabou indo pra rehab por conta própria em 2005. Desde então, ela dá palestras por aí contando como era e como se livrou do vício. Hoje em dia, com 25 anos, ela apresenta um programa de TV chamado "Pants Off Dance Off."

Michelle Tanner (Mary Kate e Ashley Olsen)

A partir de Full House, as gêmeas construíram sua fortuna com franchising e transformaram a empresa familiar Dualstar em uma operação multibilionária. Mérito dos papais, né? Crescer na frente das câmeras teve um efeito colateral muito foda na vida das gêmeas. Mary Kate acabou internada por conta de anorexia nervosa e, dizem as más línguas, uso de drogas. Agora, aos 21 anos, as gêmeas vivem de aparições públicas e são conhecidas como ícones da moda (o que eu acho um absurdo. Elas super não se vestem bem). A Mary Kate também fez sua primeira participação solo no seriado "Weeds".

Danny Tanner (Bob Saget)

Bob Saget tem 3 filhotes do casamento com Sherri Kramer e ainda hoje apresenta o programa de humor "America's Funniest Home Videos" e fez a voz de um dos bichos em Madagascar. O Perez Hilton traz fofocas sobre ele de vez em quando.

Uncle Jesse (John Stamos)

O tio roqueiro e músico wannabe era o tchananan da série. Depois do fim de Full House, Stamos se casou e se separou (2005) de Rebecca Romijin, participou de E.R. como o Dr. Tony Gates. Hoje em dia ele continua bonitão, mesmo quarentão.

Uncle Joey (Dave Coulier)

Dave Coulier dubla as vozes de um monte de desenhos famosos, como "Teen Titans" e "Jetsons". Fiquei choca quando descobri que uma das ex-namoradas dele é a Alanis Morissette, que compôs "You Oughta Know" pra ele. Não lembra do que a música fala? Clica aqui. Ele também teve um filho, Luc, com a ex-mulher Jayne Modean. Estranhamente achei essa foto recente dele bonita.

Kimmy Gibbler (Andrea Barber)

A infame melhor amiga e vizinha da DJ. Depois de Full House, Andrea largou a vida de atriz e abraçou os estudos. Se formou em Inglês e atualmente mora na Inglaterra com o marido Jeremy Rytky e o filhinho de 3 anos.

Fico choca com a vida das pessoas desses seriados. Tirando a Kimmy, todo mundo ou fez besteira ou continuou na vida artística. Palmas pra ela por ter saído fora dos esteriótipos dos atores mirins! Viva Gibbler!

Wiki sobre Full House
Fonte da notícia (ABC)

3 comentários:

Eduardo disse...

Agora vc foi fundo, nostalgia total. To velho.

Mas nada bate "anos incríveis", até hj ainda espio episódios do meu magnifico box.

Julio disse...

amo gemeas olsen, e ADORo posts que relembram esse povo, sempre sonhei com o povo do fantastico fazendo isso com chiquititas HUAHHUAUHAU

Ari disse...

Eu amo este seriado...Um dos melhores que já existiu....fez parte da minha infancia....É emocionante escutar a música que toca no ínicio....

by TemplatesForYou-TFY
SoSuechtig, Burajiru